Tertúlia — Poesia

O Aroma dos Livros

Publicado por Paulo Ferreira em

A composição química do aroma dos livros novos e antigos

Saiba mais →

É-se Ossos

Publicado por Paulo Ferreira em

Uma leitura crítica do livro "Esses Ossos" editado pela In-Libris © José Eduardo Reis     As 39 imagens fotográficas de estruturas ósseas de animais não humanos e os 36 poemas de bichos e ossos de 22 poetas portugueses que configuram o livro compósito Esses Ossos podiam servir de ilustração contemporânea a um pastiche do famoso aforismo do poeta lírico grego dos séculos VI e V a. C., Simóndes de Céos, citado por Plutarco: “a fotografia é poesia muda e a poesia é fotografia falante”. A correlação estabelecida por Simónides é obviamente entre a poesia e a pintura. Mas, dado...

Saiba mais →

O alfarrabista à sua espera!

Publicado por Paulo Ferreira em

Saiba mais →

Apresentação do livro Untitled, de Sandra Costa

Publicado por Paula Ferreira em

Saiba mais →

OS LIVROS E A CENSURA EM PORTUGAL

Publicado por Paulo Ferreira em

OS LIVROS E A CENSURA EM PORTUGAL José Brandão   Não se sabe bem ao certo quanto tempo a cultura portuguesa pôde viver livre da implacável repressão dos censores e seus mandantes.Pelo menos desde que D. João III, no ano de 1539, se lembrou de “empossar” um seu irmão mais novo, o cardeal D. Henrique, nas funções de inquisidor-geral do Tribunal do Santo Ofício, os livros, os autores, os editores e tudo o que não entrava nas boas graças da Santíssima Inquisição, jamais tiveram grande descanso e conseguiram dar asas ao seu espírito criador.Uma das primeiras ordens do cardeal inquisidor...

Saiba mais →