Letras de Liberdade

Publicado por Paula Ferreira em

Comemorações (e) polémicas à parte...

Gostava apenas de evocar todos aqueles que viram a sua vida virada do avesso, por conta de um tal "lápis azul" que sublinhava, não apenas textos ou obra literária, mas vidas inteiras, perseguidas pela sua sombra.

Acrescento apenas, subscrevendo as palavras de Vergílio Ferreira que:"A diferença que separa a recordação da evocação é que a recordação não tem alma".


Compartilhe esta publicação



← Publicação anterior Publicação seguinte →


1 comentário

  • Fundamental é o papel dos alfarrabistas na preservação de estas e outras memórias.

    António Gatemanhas em

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados.