DA URBE E DO BURGO

De urbe e do burgo

05241-L21


DIONÍSIO (Sant'Anna).— DA URBE E DO BURGO. 1971. Lello & Irmão - Editores. Porto. 13,5x19,5 cm.XV-I-332-II págs. E.

"No velho mundo, será difícil encontrar uma urbe tão singular, no ponto de vista somático como anímico. Sem risco de exagero, pode reputar-se uma das mais típicas, não diremos só da Ibéria, mas da Europa. Os contrastes são os mais impressivos. (...) A dois passos da cidade, a paisagem toma logo o ar marítimo ou do campo. Daí a justeza da definição de Pascoaes proferida um dia, com a sua habitual veia paralogística e refrescante: — ‘O  Porto é um arrabalde de si mesmo.’ ".

Capítulos de  temática tripeira variada. Primeira edição.

Valoriza o exemplar, a dedicatória do autor.