VINTE E SETE ENSAIOS

VINTE E SETE ENSAIOS

19058-009


SENA (Jorge de).— VINTE E SETE ENSAIOS. Círculo de Leitores. (1989). 12,5x20,5 cm. 287-III págs. E.

“O ensaio, para Jorge de Sena, era, precisamente, uma forma de ensaiar, no sentido dramático, de ensaiar um diálogo, com o leitor e consigo mesmo, personagens do mundo. Daí que a presença de Sena nos seus textos seja característica de uma personalidade que parte sempre de uma experiência individual do que lê, vê e critica, e não de um saber alheio, de apenas ouvir dizer, ou de noutros ter lido (...)”. — retirado de Jorge de Sena: o Diálogo Errante da autoria de Jorge Fazenda Lourenço.

Encadernação editorial. Preserva a sobrecapa de papel.