SANTO AGOSTINHO

SANTO AGOSTINHO

20008-B1


PASCOAES (Teixeira de).— SANTO AGOSTINHO. (Comentários). Livraria Civilização. Pôrto. [1945]. 15x21,5 cm. 322-III págs. B.

"Nasci para flagelar os Santos, caro leitor! Sou uma espécie de carrasco-poeta (como se casam estes dois nomes!) seduzido pelas victimias de qualidade transcendente, as que subiram, ao ceu, pela escada de Jacob, mas vieram, à terra, por uma viela tão suja como as ruelas de Cartago, onde o futuro bispo de Hipone ensinou retorica aos rapazes. Entre a escada e a ruela, ha um desacôrdo tremendo, como entre a alma e o corpo. A Natureza está cheia de paradoxos e milagres, e o mais curioso é o Santo. Adoro estes espíritos, que passaram, fantasticamente pelo mundo, e vivem, para sempre, nos seus actos e palavras. E, porque os adoro, os martiriso. O amor é cruel, assim o afirma São Jeronimo, outro padecente da minha escolha. Agora, a vítima é Santo Agostinho (...)".

Capa lombada e capa da brochura brochura traseira com mancha.