RÉGUA & HISTÓRIA DA VILA E DO CONCELHO DO PESO DA RÉGUA

RÉGUA & HISTÓRIA DA VILA E DO CONCELHO DO PESO DA RÉGUA

14734-LL


SOARES (J. Affonso d’Oliveira).— SOARES (J. Affonso d’Oliveira).— RÉGOA. Coração do Douro. Offic. de O Comércio do Porto. 1926.  Porto. 16,5x22 cm.  46-II págs. E. & HISTÓRIA DA VILA E DO CONCELHO DO PÊSO DA RÉGUA. Imprensa do Douro. Régua. 1936. 16,5x22 cm.  342-XXXIX-III págs. Enc em I vol.

Lote constituído por duas monografias de raro aparecimento no mercado, em que na primeira, ilustrada em folhas intercaladas no texto, o autor termina desta forma: “(...) Mas porque amo a minha terra e me penalisa que as suas belezas continuem tam ignoradas, sem cantar as espalharei por toda a parte, ainda mesmo sem engenho e sem arte.”

No Prólogo de História da Vila e do Concelho do Peso da Régua, pode ler-se: “Elaborando a História do Concelho do Pêso da Régua, a sua Municipalidade não tem em vista predispor alguém para aceitar os factos que ela vai narrar. Por documentos correlativos e analisada verosimilhança êles se imporão ao critério de quem desejar saber de onde e de quando êste concelho vem. O que nela se encontra não alveja outro fim. Para confirmar esta asserção bastará certamente apresentar a divergência de historiadores, de alguns dos quais faremos menção (...)”.

Com inúmeras ilustrações nas páginas de texto e em folhas intercaladas, deixamos alguns capítulos do índice: Vestígios romanos — História da fundação da régua; O Pêso — etimologia — Foral de D. Sancho; Capela da Nossa Senhora do Destêrro; Capela da Nossa Senhora da Boa-Morte; A Régua em 1743; Anexação do concelho de Canelas ao da Régua; Descontentamento; Imprensa; Política; A Questão do Douro; Associação dos Artistas do Pêso da Régua; Passagem do rio Douro; Barca de passagem; Falta de água; Projecto de canalização para abastecimento de água; A crise do Douro desde 1840;  A Cólera; Expedição de África — O monumento aos aviadores Gago Coutinho e Sacadura Cabral; etc., etc., etc.,

No final, vem ainda um capítulo de Notas, onde o autor fala do Brasão, e de algumas freguesias do concelho.

Encadernação com lombada e cantos em pele decorada a ouro. Dedicatória de oferecimento na folha de guarda.