POESIA PORTUGUESA: DO "ORPHEU" AO NEO-REALISMO

POESIA PORTUGUESA: DO "ORPHEU" AO NEO-REALISMO

04880-L1


LISBOA (Eugénio).— POESIA PORTUGUESA: DO "ORPHEU" AO NEO-REALISMO. Instituto de Cultura e Língua Portuguesa. Ministério da Educação e Ciência. (Lisboa. 1986). 12x19 cm. 129-III págs. B.

"O modernismo em Portugal, a partir de Orpheu, não veio expressamente, ao contrário do que se tem pensado, liquidar com brutalidade uma literatura que se academizava. Não é esse o papel das revoluções em arte: elas não trazem em si uma função de morte mas sim uma função de vida. O Neo-Realismo, por sua vez, sendo menos criativo do que os movimentos anteriores, deixou atrás de si um largo rasto de generosidade." 

Inserido na colecção Biblioteca Breve. Exemplar da segunda edição.