POBRE DE PEDIR (O)

POBRE DE PEDIR (O)

20030
  • 60,00 €


BRANDÃO (Raul).— O POBRE DE PEDIR. Lisboa. 1931. [Seara Nova]. 13x19 cm. IV-193-V págs. B.

“Há precisamente um ano que Raúl Brandão escreveu O Pobre de Pedir. Escreveu-o em três meses. Trabalhou durante êste tempo com ardor, com todos os seus nervos, com tôda a sensibilidade da sua alma, e com o seu coração sempre grande e generoso. A sua obra escrevia-a com ímpeto, em apontamentos, e compunha-a na ocasião em que, ditando-ma, eu a escrevia antes de ir para a tipografia. A morte, que mo roubou inesperadamente, não lhe deu tempo para fazer as modificações que decerto desejaria fazer, porque nunca o seu trabalho o satisfazia, tinha sempre que emendar (...)”.— da Introdução da autoria de Maria Angelina.

Primeira edição do último livro do autor e também um dos mais estimados.