Nó Cego, o regresso

17705-L22
  • 40,00 €


MOURA (Vasco Graça).— NÓ CEGO, O REGRESSO. Poema de Vasco Graça Moura. Aguarelas de Mário Botas. Direcção gráfica de Armando Alves. Edições Asa. [Novembro de 2000. Edições ASA, S.A.]. 24,5x30cm. 79-V págs. E.

Do texto inicial do poeta: “Na maneira inimitável de Mário Botas, as ilustrações exploram registos que vão do lírico ao grotesco, por vezes raiando tanto o simbólico como o indecifrável na sua cuidada miniturização.

“Não pretendem, a meu ver, encontrar uma correspondência directa em nenhum dos textos em especial, mas funcionando como contraponto “visceralizado” a um certo platonismo que marca os vinte e quatro sonetos breves do  ciclo que forma nó cego, o regresso.

Edição muito bela e de grande qualidade gráfica, em papel superior e com as originais ilustrações de Mário Botas exemplarmente reproduzidas a cores.

Primeira edição.

Encadernação editorial com sobrecapa com a reprodução de uma das pinturas de Mário Botas.