MEDICO PEÇONHA (O)

MEDICO PEÇONHA (O)

11702-R-B1
  • 30,00 €


MONTEIRO (Campos).— O MEDICO-PEÇONHA. Análise da diatribe antigereziana "A Agua-Veneno". 1926. Offic. de O Commercio do Porto. Porto. 11,5x18 cm. 180-II págs. B.

Curiosa polémica sobre as águas do Gerês travada com o Dr. Rita Martins, de que deixamos um excerto:

“Apareceu para ahi, largamente réclamado pela imprensa de vários matizes, um livro intitulado A água-veneno e assinado com o nome de Rita Martins. Como o chamadoiro do autor era quasi desconhecido, supuseram muitos dos seus leitores que esta Rita Martins fosse alguma velhota de cabelinho na venta, achacada a flatos e destrambelhamentos histéricos, que houvesse tido os seus dares e tomares com a gente do Gerez, ou com a Empresa das suas águas minero-medicinaes, e, impulsionada por um mesquinho desejo de vingança, entendesse gastar uns tantos contos de reis na impressão de um livreco destinado a prejudicar aquela estancia. Porque o folheto não é outra coisa senão uma diatribe contra a água do Gerez. Água tofana pura, bem mais activa, em seus efeitos perniciosos, que o veneno dos Borgias, a água medicinal do Gerez deve ser banida da Crenoterápia e enquadrada na Toxicologia, ao lado do ácido prussico, pelo menos. (...) Tal é a tése que o snr. Rita Martins (e não a snr.ª, porque Rita Martins é homem) se propõe demonstrar (...)”.

Ilustrado.

Capa da brochura com manchas de acidez, próprias do papel.