Litoral. Revista Mensal de Cultura. Director: Carlos Queiroz

20073-L2
  • 230,00 €


LITORAL. Revista Mensal de Cultura. Director: Carlos Queiroz. Orientação Gráfica de Bernardo Marques. 1944-1945. (Lisboa). 6 números. 16x20,5 cm. B.

“POSIÇÃO , e não ‘programa’, é a palavra que intencionalmente se inscreve no pórtico desta revista. Posição, como modo de ser e estar presente no âmbito imensurável da actividade espiritual. Um programa não  só restringe a capacidade de agir, como reprime a espontaneidade; além disso, ainda, é contingente — não diremos hoje mais do que nunca, mas tanto, hoje, como nas épocas históricas mais precárias, mais caóticas, mais problemáticas. A posição portuguesa perante o Mundo, se por um lado nos força, geogràficamente e històricamente, a uma tensão constante de tendências múltiplas e tantas vezes antagónicas, susceptíveis de conduzir-nos a uma estéril dispersão ideológica e passional, proporciona-nos, por outro, uma resistência de estrtura nuclear, porventura latente, mas incorrupta (...)”.

Interessante e representativa revista de literatura, arte e crítica, ilustrada nas páginas do texto e em separado. “(...) Manifestava-se à revelia da política e da polémica e propunha-se concentrar a sua atenção no ‘estudo e valorização desinteressada dos motivos eternos, dos valores essenciais, dos problemas permanentes’. Tendo como público alvo o português e o brasileiro, estavam no seu escopo todas as manifestações humanas de carácter estético, científico ou literário (...). em Dicionário da Imprensa Periódica Portuguesa do século XX.

Contou com a importante colaboração no domínio literário com nomes como António Dacosta, Bernardo Marques, Carlos Botelho, Cícero Dias, Domingos Sequeira, José Tagarro, Maria Keil; Fizeram crítica literária Diogo de Macedo, Joaquim Magalhães e Luís Reis Santos; incluiu dossiers especias sobre: Eça, Raul Brandão, Leonardo Coimbra, Teixeira de Pascoaes, Fernando Pessoa, Gilberto Freyre, Manuel Bandeira, entre outros. No primeiro número foi publicado um poema inédito de Pessoa ‘Esta espécie de loucura’, tendo outros textos importantes de Adolfo Casais Monteiro, Alexandre O’Neill, Álvaro Ribeiro, Hernâni Cidade, Graciliano Ramos, etc.

COLECÇÂO COMPLETA em perfeito estado de conservação.