Jardim das delícias (O)

Jardim das delícias (O)

18939-L2
  • 20,00 €


NEFZAUI (Xeique).— O JARDIM DAS DELÍCIAS. Ou O Jardim Perfumado para a Recreação do Espírito.  Diabril. (1975). 14x21 cm. 184-VI págs. B.

“(...) O Jardim das Delícias (ou, como o Xeique originalmente lhe chamou, ‘O jardim perfumado para a recriação do espírito’) é um amplo compêndio do que era a vida sexual dos árabes naqueles recuados séculos. Mas é igualmente colorida narração de costumes e hábitos, recheada de histórias pitorescas (que tantas vezes lembram as do ‘Decameron’ de Boccaccio), conceitos morais, conselhos médicos e citações religiosas. Isso o torna original e diferenciado de outras obras do género (por exemplo, do Kamasutra, frio, rigoroso e técnico) e o aproxima de outras (por exemplo, de ‘O amor conjugal’ de Aretino ou do ‘Pantagruel’ de Rebelais). Obra de indiscutível valor literário e histórico, O Jardim das Delícias integra-se, portanto, naquilo a que se convencionou chamar de literatura erótica (...)” — retirado de Nota Prévia.

Primeira edição inserida na colecção Grandes Clássicos do Erotismo.

Assinatura de posse, antiga, na folha de rosto.