GUERRA DOS SETE ANOS OU GUERRA DO MIRANDUM

GUERRA DOS SETE ANOS OU GUERRA DO MIRANDUM

16765-B1


MOURINHO (António Maria).— GUERRA DOS SETE ANOS OU GUERRA DO MIRANDUM. Lisboa. 1966. (Ofic. gráf. da Editorial Minerva). 19x25,5 cm. 26-II págs. B.

“Motivada, aparentemente, pela posse de uns terrenos bravios, rebentou em 1757 a denominada Guerra dos Sete Anos na América do Norte, entre a França e a Inglaterra, que em breve se estendeu a toda a Europa. Nos primeiros meses de 1762, a Espanha e a França deliberaram obrigar Portugal a entrar na contenda e a sair da neutralidade em que se tinha mantido (...) Em 20 de Março, Portugal respondeu que era neutro (...)” — retirado do primeiro capítulo intitulado A Invasão de Trás-Os-Montes, em 1762, através da correspondência oficial do Marquês de Sárria — Catástrofe de Miranda do Douro.

Trabalho publicado em separata da Revista Ethnos.

Valorizado pela dedicatória do autor. Capa da brochura com manchas de acidez, próprias do papel.