FLORA LUSITÂNICA

15132-LL


BROTERO (Félix Avelar).— FLORA LUSITANICA, seu Plantarum, quae in Lusitania vel spontæ crescunt, vel frequentius coluntur, ex florum praesertim sexubus systematice distributarum, synopsis. Olissipone. Ex Typographia Regia. M.DCCC.IV. 2 vols. 14,5x20,5 cm. XVIII-607 e 557-I págs. E.

Segundo Inocêncio: "(...) A celebridade do nome d’este varão illustre, reconhecido universalmente como o primeiro botânico de Portugal, me dispensa de entrar aqui nos pormenores da sua biografia, que poucos deixaram de ter lido. Felicis Avellar Broteri, etc. Flora Lusitanica, seu plantarum, quœ in Lusitania vel sponte crescunt vel frequentius coluntur, ex florum proesertim sexubus systematice distributarum synopsis. Olissipone, ex Typ. Regia. 1804. 4.° 2 tomos, contendo 607 557 pag. Foi mandada fazer esta edição por ordem do Governo, sendo então ministros d'estado D. Rodrigo de Sousa Coutinho e D. João d'Almeida de Mello e Castro. E parece que para isto foi mister vencer grandes opposições, provocadas por parte de Domingos Vandelli e do P. Velloso, que impediram até onde poderem a publicação. Ao menos assim o affirmam claramente Antonio de Araujo e D. Rodrigo de Sousa Coutinho, em cartas dirigidas por ambos ao abbade Corrêa, cujos originaes me foram ha pouco mostrados (...)".

Trabalho notável do mais célebre botânico português, em que são descritas e classificadas cerca de duas mil espécies.

Primeira edição, muito rara.

Encadernação da época em inteira de pele, cansada. Excelente estado de conservação para um livro do século XIX. Tintado em todos os cortes. Anotado em caligrafia antiga na parte interior das pastas e folhas de guarda.