Festa Redonda — Vitorino Nemésio

21487-L2
  • 85,00 €


NEMÉSIO (Vitorino).— FESTA REDONDA. Décimas e Cantigas de Terreiro Oferecidas ao Povo da Ilha Terceira. Lisboa. Livraria Bertrand. 1950. 12x19 cm. 253-I págs. B.

Um dos mais interessante trabalhos literários do autor e da bibliografia açoreana. Capa ilustrada por Manuel Lapa. Primeira edição.

"É em Festa Redonda, Décimas e Cantigas de Terreiro oferecidas ao Povo da Ilha Terceira [...] (1950) que Vitorino Nemésio melhor evoca, em poesia ao gosto popular, um mundo de referências, linguagens, cultos e costumes; contem evocações tão importantes que confessa mesmo (em dáctilo escrito contido no Espólio da Biblioteca Nacional (E11, cx. 58) que «é o [seu] livro mais fundamente autobiográfico. Lá met[eu] infância e adolescência e é para [ele] como ouvir o mar num búzio».

(in http://literaturaacoriana.com.sapo.pt)

Indice:

Inscriptio. | Cantigas à minha viola. | Cantigas à Ilha Terceira, à cidade, à Praia e aos montes. | Cantigas aos cantadores, aos mestres da viola, e às bailadeiras. | Cantigas de Terreiro (I; II; III; IV; V). | Cantigas ao Campo das Lajes. | Décima do Pastor da Rapa. | Cantigas à porta da botica. | Cantigas aos meus. | Cantigas por alma de meu Pai.. | Décima da Música da Praia. | Décima de Genuína quando foi para a América. | Décima do João Charamba. | Décima a um parente meu. | Cantigas às minhas primas. | Minha tia Marianina. | Décima de Sílvio e Silvana. | Décima do tio Padre Luís Gomes. | Décima do Penitente. | Avé, Maria! (Loas a Nossa Senhora).

Acompanha este exemplar um conjunto de mais de uma dezena de desenhos originais a tinta da china, não assinados, devidamente colocados em páginas específicas ao longo do livro.