ESGOTOS DE LISBOA

15202-B1
  • 200,00 €


OLIVEIRA (Eduardo de Arantes e).— ESGOTOS DE LISBOA. Estudos de Anteprojecto. Lisboa. 1941. 18,5x26 cm. E.

“O presente trabalho corresponde à primeira das duas fases em que entendemos dever decompor a incumbência que nos foi atribuída pela Câmara Municipal de Lisboa por despacho do seu Ex.mo Presidente datado de 4 de Maio de 1940. (...) Não é a primeira vez que o problema dos esgotos de Lisboa é estudado. Desde longa data a sua resolução tem sido tentada por diversas formas não só pelo Município como pelos departamentos do Estado mais directamente responsáveis pela protecção da saúde pública. (...) Para metodizar a nossa exposição e facilitar a sua consulta, grupámos os diversos estudos em cinco Secções. Os sumários que antecedem estas diferentes Secções tornam desnecessária qualquer referência mais pormenorizada, nesta introdução, aos objectivos e conclusões gerais de cada série de estudos (...)”.

Trabalho profusamente ilustrado nas páginas de texto, folhas intercalares e inúmeros mapas em folhas desdobráveis.

Colaboram na obra: Dr. Carlos Coutinho (Químico-analista), Alfredo de Magalhães Ramalho (director da Estação de Biologia Marinha de Lisboa).

De invulgar aparecimento no mercado.

Do índice: Secção I — Estudo Relativo ao Volume e Composição dos Esgotos de Lisboa — I - População de Lisboa; II - Distribuição da população pelas bacias de drenagem; III - Caudais de águas negras; IV - Composição dos Esgotos de Lisboa; Apêndice. Secção II — Estudos Relativos ao Regime de Chuvas em Lisboa — Capítulo único: Objectivo e bases de estudo; Organização dos estudos e interpretação dos resultados. Secção III — Estudos Hidrográficos do Estuário do Tejo — I - Descrição do Estuário; II - Regime das marés no estuário do Tejo; III - Água dôce no estuário; IV - Movimento das águas no estuário a partir das observações de velocidade; V - Movimento das águas no estuário a partir das observações de salinidade; VI - Circulação geral no estuário; Bibliografia. Secção IV —  Estudos Relativos  à Poluição e à Depuração Natural no Estuário do Tejo — I - Generalidades; II - Organização e plano geral dos estudos; III - Concentração da matéria orgânica nas águas do estuário; IV - Oxigénio dissolvido nas águas do estuário; V - Condições bacteriológicas das águas do estuário; VI - Condições das águas do estuário nas imediações das raias de banhos; VII - Análises das águas do estuário na trajectória dos esgotos; VIII - Condições do fundo do estuário; Conclusões.

Encadernação em inteira de pele, decorada a finos ferros a ouro na lombada e pastas. Tintado à cabeça.