EDISON

12562-B1
  • 7,00 €


MEADOWCROFT (Enid Lamonte).— EDISON. Livraria Civilização Editora. Porto. (1957). 12,5x18,5 cm. 181-III págs. C.

“Desde muito novo que Al Edison se entregou a toda a sorte de experi~encias. O seu espírito inventivo não parava um momento e, assim, para poder aproveitar nos seus ensaios todos os instantes livres, dispunha de um laboratório em casa de seus pais e outro no comboio em que vendia jornais e guloseimas. (...) O grande sábio levou a vida toda a trabalhar, tendo morrido em 1931. Os seus inventos, que tanto concorreram para o bem-estar da Humanidade, tornaram-no credor da gratidão de todos nós”.

Tradução de Madalena de Castro. Ilustrado por Harve Stein.

Cartonagem dos editores, com a lombada danificada.