DOURO MARAVILHOSO (O)

DOURO MARAVILHOSO (O)

17268-A-L1
  • 75,00 €


AZEVEDO (Correia de),— O DOURO MARAVILHOSO. (Litoarte. Oliveira do Douro. S.d.). 17,5x24 cm. 400-VIII págs. E.

“(...) No Douro o trabalho do homem não pode esfriar nunca: mais enxofre; mais sulfato. Chegam as horas da redra — a segunda cava a correr... Os tratamentos contra o míldio e o oídio, sempre que o tempo ordena, não faltam nunca. Onde é preciso faz-se a desfolhada, a belisca, a ampara dos pâmpanos. É um nunca acabar. E o equinócio caminha, o sol aperta, queima, reverbera, racha e abrasa, o super-sumo apura. Vem a vindima, como a época mais ruidosa e alegre das lides agrícolas da Região. E a paisagem duriense enche-se duma vida nova antes que chegue o Outono.(...)”

O texto do primeiro capitulo, onde se trata de uma descrição genérica desta Região, encontra-se em português, francês e inglês.

Profusamente ilustrado a cores e a preto e branco. A impressão encontra-se em letras brancas em fundo negro.

Encadernação editorial em imitação de pele com ferros a ouro, com defeito na lombada.