DIÁRIO DE NOTÍCIAS - PRIMEIRA PÁGINA 1864-1994

DIÁRIO DE NOTÍCIAS - PRIMEIRA PÁGINA 1864-1994

08570-L2


DIÁRIO DE NOTÍCIAS - PRIMEIRA PÁGINA 1864-1994.  Editorial Notícias. (1994). 27x37,5 cm. 288 págs. C.

“No prefácio à primeira edição desta obra, que assinalou, em 1984, os 120 anos de vida do DN, Mário Mesquita, então director do jornal, referia a subjectividade e o reino do empírico onde se integravam as primeiras páginas dos jornais, enquanto ‘reflexo da vida quotidiana das cidades e dos países, na sua irregularidade, nas suas contradições, na sua grandeza e miséria.’ Dez anos mais tarde, o crescendo de competitividade no mercado e a enorme influência do audiovisual tornaram a feitura de uma primeira página uma técnica complexa — utilizada com resultados discutíveis e frequentemente polémicos — que conjuga uma série de objectivos e emoções. (...) Este livro é, de qualquer forma, um retrato diversificado e assumido no modo como o DN, ao longo da sua história, acompanhou a actualidade. Aqui ficam desde a primeira página de 29 de Dezembro de 1864, a prometer um projecto que iria interessar a todas as classes, ser acessível a todas a s bolsas e compreensível a todas as inteligências, até àquela que, há alguns meses, retratava, num estupendo instantâneo, os confrontos entre manifestantes e forças policiais no Ponte 25 de Abril. Pelo caminho incluem-se as capas que evidenciam também os tempos em que o jornal foi porta-voz, mais ou menos oficioso, de diversos poderes. Nesta edição, respeitou-se, para os primeiros 120 anos de vida do DN, a selecção feita na altura por António Valdemar, sob a direcção de Mário Mesquita. Os últimos 10 anos foram passados a pente fino pelo critério rigoroso de António Rego Chaves, sendo a escolha final da responsabilidade do autor destas linhas (...) Fica um livro que funciona como uma antecâmara histórica privilegiada para todos os que se interessam pela actualidade, presente e passada (...)”

Edição há muito esgotada.

Cartonagem dos editores.