DAQUI HOUVE NOME PORTUGAL

DAQUI HOUVE NOME PORTUGAL

15589-R-B1
  • 35,00 €


ANDRADE (Eugénio de) (Org.).— DAQUI HOUVE NOME PORTUGAL. Antologia de verso e prosa sobre o Porto, organizada e prefaciada por... Selecção artística e arranjo gráfico de Armando Alves. (Edições ASA. Porto. 2000). 18,5x22,5 cm. 352-II+estampas págs. E.

“Uma antologia ilustrada de textos literários sobre o Porto onde os seus mil e cem anos de baptismo cristão ganham corpo visível e palpitante. lê-se ou folheia-se com uma adesão estranhamente saudosa a tanta vida, não se sabe até que ponto vivida por nós ou por outrem — como quem percorre um álbum-fotográfico de família, com notas confidentes de várias mãos. O Porto torna-se pessoa, acentua-se-lhe o carácter, nesta intimidade das suas memórias e impressões. Não é uma simples compilação em boa ordem: é uma antologia ponderada que, gráfica, plasticamente, se implanta na atmosfera propria. (...) Fica-se com este volume, perante toda a gesta essencial do Porto: momentos de quermesse heróica, tumultuária ou pitoresca, como os da epopeia herculaniana de lutas entre o Burgo e a Miltra, a voz vibrante através dos séculos, de Domingos Peres das Eiras, o quadro fernão-lopesco de um cortejo em fins de Trezentos, a revolta das Maçarocas sob Filipe III, o enforcamento de liberais, o Cerco à liberdade invicta, o 31 de Janeiro... (...)” (excerto do texto escrito por Óscar Lopes, para a primeira edição de 1968)

Com textos assinados por Fernão Lopes, Zurara, Camões, Frei Luís de Sousa, Garrett, Herculano, Camilo, Arnaldo Gama, Ramalho, Júlio Diniz, Oliveira Martins, Eça, Alberto Pimentel, António Nobre, Raul Brandão, Pascoaes, Aquilino, Almada, José Régio, José Gomes Ferreira, Torga, Nemésio, Jorge de Sena, Sophia de Mello Breyner, Agustina, etc.

Edição profusamente ilustrada  em folhas à parte a negro e a cores.

Encadernação dos editores, conservando a sobrecapa de papel e preservada em estojo próprio.

Outras obras de ou sobre Almada Negreiros no catálogo da In-Libris.