CONFISSÂO DE LÚCIO (A) - Loja da In-Libris

CONFISSÂO DE LÚCIO (A)

16170-L1


CARNEIRO (Mario de Sá).— A CONFISSÃO DE LÚCIO. Narrativa. 1945. Editorial Ática. Lisboa. 15x21 cm. 158-II págs. E.

“(...) Não se inscreve a presente novela (julgada, como de direito deve ser, das mais insistentemente originais da moderna literatura portuguesa), em seu pórtico inicial, como uma expressiva confissão da realidade inverosímil? Não são as suas personagens, as que tecem sua acção, em seus caracteres, menos reais do que possíveis? E se o são, não são elas o espírito da própria inverosimilhança? Se assim é — verdadeiramente, tudo se passa nesta novela como quem sonha! Tudo se liberta na sua novela do pêso do mundo!” — da Nota Editorial, assinada por Luís Montalvor.

Primeira edição da Editorial Ática e segunda da obra que veio a lume em 1914.

Encadernação com lombada e cantos em chagrin, decorada a ouro e nervuras na lombada. Preserva a capa da brochura, manchada e com picos de acidez.

Save