CINEMA PORTUGUÊS NUNCA EXISTIU (O)

17891-L2-005
  • 35,00 €


COSTA (João Bénard da).— O CINEMA PORTUGUÊS NUNCA EXISTIU. Edição do Clube do Coleccionador dos Correios. (1996). 24,5x24,5 cm. 126-II págs. E.

“Em 1896, Portugal entrou no mundo fascinante do Cinema com as filmagens do portuense Paz dos Reis, escassos meses após o aparecimento das primeiras ‘fotografias animadas’, conseguidas pelos irmãos Lumière em França. Faz, pois, cem anos o cinema português. Uma efeméride que os Correios de Portugal não poderiam deixar de assinalar (...)” — retirado do texto inicial.

Cuidada edição, com texto de João Bénard da Costa, e design do Atelier B2: José Brandão e Teresa Olazabal Cabral, numa tiragem limitada, numerada e com os respectivos selos, versando a temática.

Encadernação dos editores.