CARTAS A FERNANDO PESSOA

CARTAS A FERNANDO PESSOA

17802-B1-004


SÁ-CARNEIRO (Mário de).— CARTAS A FERNANDO PESSOA. Edições Ática. Lisboa. (1958-1959). 14x19 cm. 2 vols.  220-III e 243-I págs.  B.

“Estas cartas que hoje vêm a lume — por amável concessão do Sr. Coronel Caetano Dias, cunhado do poeta Fernando Pessoa, em cuja posse se encontravam — quarenta e dois anos após a morte de Mário de Sá-Carneiro, apresentam um triplo interesse: humano, literário e histórico-literário. Nelas se contém, tanto quanto a pena o pode fixar, o retrato de uma alma, a história pungente de uma vida, que antes e acima de tudo foi febre de alma, ânsia de espírito. Uma biografia interior, a do poeta da Dispersão, situada no espaço geográfico das suas crises, (...)”. — retirado do texto de Abertura,  de Urbano Tavares Rodrigues.

Capas da brochura com manchas de acidez, próprias do papel. Assinatura de posse, na folha de guarda em ambos os volumes.