Loja da In-Libris

CARTAS A ANTÓNIO DE AZEVEDO CASTELO BRANCO

00508-L1

QUENTAL (Antero de).— CARTAS A ANTÓNIO DE AZEVEDO CASTELO BRANCO. Prefácio e notas de Adolfo Casais Monteiro. Edições Signo. Lisboa. 1942. 13x19,5 cm.  XXXII-112-II págs. B.

Do extenso prefácio de Adolfo Casais Monteiro: “Embora sempre haja pessoas prontas a afirmar que do artista só a obra importa, dificilmente tal opinião terá probabilidades de prevalecer sôbre aquêle interêsse que se forma à volta da figura humana do artista, quando êle se tenha imposto ao fervor dos homens por uma obra em que se sentem representados, engrandecidos, tirados do seu nada. Quando surge um grande poeta, o comum dos mortais vê-se transfigurado nos versos dêle, encontra nêles algo que nunca saberia dizer, mas que pelo menos até certo ponto também lhe pertence — e logo quere saber mais sôbre êsse homem que fala em seu nome, em que se vê a si próprio como num espelho mágico que ‘deformasse’ as coisas — mas para as transfigurar (...)”

Primeira edição. Com retrato de Antero de Quental impresso em extra-texto. Extenso prefácio de Casais Monteiro.

Liquid error: Could not find asset snippets/punchtab-snippet.liquid