CADERNOS DE POESIA  — I Série completa

CADERNOS DE POESIA — I Série completa

20496-L2


CADERNOS DE POESIA. Lisboa. 1940-1941. (Organizados por Tomaz Kim, José Blanc de Portugal e Ruy Cinatti. 5 números. 14x22,5 cm. 20 págs. B.

“Destinam-se estes cadernos  arquivar a actividade da poesia actual sem dependência de escolas ou grupos literários, estéticas ou doutrinas, fórmulas ou programas. A Poesia é só uma! Daremos, quando possível, preferência aos poetas inéditos, sem contudo nos mostrarmos indiferentes à produção poética dos que nos têm precedido. Esta publicação constituirá, no fim de certo número de fascículos, um volume. Assim se evitará o carácter efémero dos jornais e revistas, substituindo-o pela duração do livro, nesta espécie de antologia. No fim do volume forneceremos o frontispício da obra e os índices necessários. Juntamente com os poemas, vamos inserir estudos e ensaios que digam respeito à poesia, quer nacional quer estrangeira. Tencionamos apresentar também cadernos dedicados à poesia brasileira, cabo-verdeana, et., assim como inéditos de alguns grandes poetas falecidos. Esperamos finalmente, da parte dos escritores e público em geral, a aceitação que esta iniciativa merece.”— retirado do editorial (nº1).

Esta importante publicação onde estão presentes os autores mais representativos da poesia do século XX, foi constituída por três séries, das quais agora se apresenta a primeira, no total de cinco números.

No nº 1, encontram-se textos de: Luiz de Montalvor, Adolfo Casais Monteiro, Tomaz Kim, Ruy Cinatti.

No nº 2, encontram-se textos de: Campos de Figueiredo, António de Sousa, Alberto de Serpa, José Régio, Saúl Dias, João José Cochofel, Fernando Namora, Miguel Trigueiros, Augusto Santos Abranches, Merícia Lemos, Teles de Abreu, Armando Ventura Ferreira, Álvaro Feijó.

No nº 3, encontram-se textos de: Fernando Pessoa, Ribeiro Couto, António de Navarro, António Madeira, Manuel Ribeiro de Pavia, Isabel Maria.

No nº 4, encontram-se textos de: Afonso Duarte, José Gomes Ferreira, Gil Vaz, Francisco Bugalho, Fausto José, Vitorino Nemésio, Miguel Torga, Charles David Ley, João Alves, Carlos Alberto, Francisco José Tenreiro, Jorge de Sena, Adolfo Casais Monteiro.

No nº 5, encontram-se textos de: Afonso Lopes Vieira, Almada Negreiros, Edmundo Bettencourt, António Ramos de Almeida, Mário Dionísio, Manuel da Fonseca, Sidónio Muralha, Leonel Neves, Pedro Homem de Melo, Carlos Queiroz.

Capas da brochura com manchas de acidez, próprias do papel. Pequena rubrica de posse no canto superior esquerdo da página 20 do nº 1, 40 do nº2, 60 do nº3, 80 do nº4 e 100 do nº5. De referir ainda que o nº4 possui um pequeno orifício de bicho inactivo, nas margens do canto superior esquerdo que percorre as páginas desde a 65 até à capa da brochura traseira.