Loja da In-Libris

AUTO DA PASTORA PERDIDA E DA VELHA GAITEIRA

06621-R-L1

PREZADO (J. M. de Santiago).— AUTO DA PASTORA PERDIDA E DA VELHA GAITEIRA. Para se representar nas Matinas do Natal. Lisboa. 1944. (Edição da “Seara Nova”). 23,5x31 cm. B.

“Impressão limitada a 150 exemplares em papel Offset númerados de 1 a 150 e firmados pelo Autor, e trezentos e cinquenta em papel avergoado nacional, numerados de 151 a 300.”
Exemplar nº 117 deste belo auto, levado à cena pela primeira vez em 1944, no Teatro Nacional pela companhia dramática de Robles Monteiro-Amélia Rey Colaço. Maria Barroso interpretou o papel de Pastora Perdida e Maria Clementina fez de Velha Gaiteira. Desenhos e capitais de João Carlos.

Com anotações a lápis de como se devem pronunciar de forma arcaica determinadas palavras.

Capa da brochura com pequena mancha de humidade no canto inferior direito. Miolo em excelente estado.

Liquid error: Could not find asset snippets/punchtab-snippet.liquid