EMIGRAÇÃO COMO FORÇA CIVILIZADORA

EMIGRAÇÃO COMO FORÇA CIVILIZADORA

17161-B1
  • 20,00 €


QUEIRÓS (Eça de).— A EMIGRAÇÃO COMO FORÇA CIVILIZADORA. Prefácio de Raul Rêgo. P&R. Perspectivas & Realidades. (Lisboa. 1979). 14,5x21 cm.  149-I págs. B.

"Este Relatório sobre a Emigração que hoje publicamos constitui obra inteiramente desconhecida até aos queirozianistas mais informados. Não é novo o facto de Eça de Queiroz se ter ocupado dos problemas da emigração e todos os biógrafos do autor de Os Maias se referem à sua acção notável em Cuba. (...) Demos a este relatório o título que Eça de Queiroz sugere, nas suas últimas palavras: ‘Estudadas as feições da emigração livre, a história dos seus movimentos, as suas causas, as suas consequências económicas, as suas relações com o Estado, e a possibilidade da sua organização universal,— discutida a emigração assalariada, nas suas correntes, e nos seus resultados sociais,— eu julgo terminado este trabalho, que é a afirmação,— e direi mesmo,— a apologia, da emigração como força civilizadora’ (...)”. — retirado do Prefácio de Raul Rêgo.

Primeira edição.