REGRAS METÓDICAS PARA APRENDER A ESCREVER

16258-LL
  • 550,00 €


SILVA (J. J. Ventura da).— REGRAS METHODICAS PARA APRENDER A ESCREVER os caracteres das Letras Ingleza Portuguesa Aldina Romana Gótica Italica e Gotica Germanica. Offerecidas ao Augustissimo Senhor Dom Pedro Principe da Beira. Compostas  por... Lisboa. S.d. (1804). 40x30 cm. E.

Belíssimo e raríssimo álbum de caligrafia.

Do autor, diz Inocêncio: “(...) “Joaquim José Ventura da Silva, Professor de instrucção primaria e secundaria, e um dos melhores calligraphos portuguezes, n. em Lisboa a 14 de Março de 1777, e m. a 5 de Setembro de 1849”. A Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira (Vol. V, 514 e XXXIV, 594) apresenta o retrato do autor e a reprodução do frontíspicio desta obra com o desenho elaborado à pena pelo mesmo. 'Joaquim José Ventura da Silva publicou Regras Metodicas para Aprender o Caracter da Letra Inglesa, acompanhada de umas Noções de Aritmética, offerecidas ao Serenissimo Senhor Dom Pedro, Principe da Beira, Lisboa, 1804. Foi reimpressa, correcta e aumentada em 1819 com um apêndice de geografia, e teve uma terceira edição publicada em 1841, com o título Regras Metódicas para Aprender a Escrever os caracteres das Letras Inglesa, Portuguesa, Aldina, Romana, Gálica-itálica, e Gálico-germana'. Anteriormente, Manuel Andrade de Figueiredo [1722] e os seus contemporaneos tinham fixado nas suas composições um tipo de letra [em uso desde o século XVI] a que chamaram 'português' e que foi usada até ao reinado de D. José I. Nesta época começaram a usar-se os modernos caractéres das letras inglesa e francesa. No século XIX, Ventura da Silva escreve as Regras Metódicas para Aprender a Escrever onde regulariza a letra portuguesa, seguindo, porém o antigo método de Andrade de Figueiredo. A sua obra no dizer de Oliveira Ramos é monumental, pela execução e pela invenção. Todos os caligrafos desse tempo sofrem a sua influência. Alguns imitam-no partilhando do seu método para irem mais além. Além deste são dignos de nota Domingos Nunes Godinho, Xavier Cabral e outros. Barata [séc XVI], Andrade [séc. XVIII] e Ventura da Silva constituiram a triade dos 'caligrafos-inventores' em Portugal. Bibliografia: Sousa Viterbo, Caligrafos e Iluminadores Portugueses, Coimbra, 1911 e Ferreira Lima, Subsidios para um Diccionário Bio-Bibliográfico dos Caligrafos Portugueses, Lisboa, 1923 (...)."

Encadernação com lombada e cantos em tecido, decorada e seco e a negro na lombada e pastas. Perfeito estado de conservação.

SaveSave