NOVA ESCOLA PARA APRENDER A LER ESCREVER E CONTAR

13193-L1
  • 120,00 €


FIGUEIREDO (Manuel de Andrade de).— NOVA ESCOLA PARA APRENDER A LER, ESCREVER, E CONTAR. Lisboa Occidental. Na Officina de Bernardo da Costa de Carvalho. [Aliás, Edição da Livraria Sam Carlos, Lisboa, 1973]. 24x33 cm. XXIV-156-II págs. E.

“Muitos coftumaõ fer (benevolo Leytor) os motivos, que ordinariamente fe allgaõ, antes de fahir á luz qualquer obra; porém nefta hum fó me obriga, que he o amor da patria, pois vejo que todas as outras naçoes tem publicado livros, que enfinaõ a efcrever com regras muito conformes á Arte; e naõ sendo inferior a noffa naçaõ Portugueza, nefta parte tem faltado os feus Meftres em darem ao prélo as fuas doutrinas, ou feja por fe efcuzarem ao trabalho, ou por fe naõ exporem á cenfura. (...) Nefta obra porém, ainda que tofca no eftylo, fe defcobrem os meyos uteis, e mais faceis pra fe aprenderem as letras, de que hoje fe ufa, com grande facilidade, e fem a menor confufaõ; porque nefta Arte me faz a experiencia moftrar com fumma clareza as doutrinas, que baftaõ para cabalmente fe aprender. (...)Vay repartida esta Escóla em quatro Claffes, ou Tratados, com hum bom Regimen, affim paraa eleiçaõ dos Meftres, como para a confervaçaõ das Efcólas, um humma perfeiçaõ, e virtude. No primeiro fe ensina com facilidade a ler o Idioma Portuguez por taes regras, que induftriado dellas o principiante naõ cahirá nos muitos erros, que por falta defte enfino fe coftumaõ dar na leitura, e na efcrita. No fegundo fe daõ a conhecer os diversos caracteres, que ao prefente fe ufaõ, e de que os curiozos fe podem aproveitar, tomando conhecimento de fuas regras, para as efcreverem com perfeiçaõ. No terceiro fe contém a Orthografia Portugueza, a qual, além de fer adequada a efte lugar, por dar luftre á efcrita, me pereceo tambem importante, por ter vifto alguns papeis, que merecendo grande louvor pela perfeiçaõ, com que eftaõ obrados, o defmerecem pelos erros, com que fe vem efcritos. No quarto fe enfina a Arithmetica, naõ fó por pertencer ás efcólas, mas porque muitos defejaõ applicar-fe a efta Arte, e depois de crefcidos o naõ fazem, por naõ tornarem a fogeitar-fe aos Meftres, como meninos; (...)”.

Primorosa reedição fac-similada do mais belo e célebre livro português sobre o ensino da leitura e da escrita bem como da arte da caligrafia.

Magníficas gravuras com diversos exercícios caligráficos, famílias de fontes e técnicas do seu desenho.

Trata-se de uma das mais importantes obras portuguesas sobre artes gráficas, uma das poucas referidas na bibliografia internacional do tema.

Exemplar nº 3 de uma edição limitada a 1100 exemplares numerados e assinados pelo editor.

Encadernação editorial. Carminado à cabeça. Preservado em estojo próprio.