CANTARIAS DE LISBOA SÉCULOS XIX E XX

CANTARIAS DE LISBOA SÉCULOS XIX E XX

17702-L2-004
  • 40,00 €


COSTA (Lucília Verdelho da).— CANTARIAS DE LISBOA SÉCULOS XIX E XX. Edições Inapa. Lisboa. 2000. 25x31,5 cm. 139-I págs. E.

“Quando em 1916, Norte J.or terminou o grande prédio de gosto ‘Beaux-Arts’ que o Visconde de Salreu, rico vinhateiro de Colares, lhe encomendou para a Avenida da Liberdade, o arquitecto, já então famoso, deu satisfação a todo o sumptuoso ecletismo que Paris lhe inspirara, e que a modéstia dos proprietários lisboetas habitualmente recusava. (...) Porque em tudo isso a cantaria e os canteiros forneciam o tom cosmopolita de capital que devia imitar outras, como Paris ou Madrid — conforme as suas posses sempre menores. (...) A cantaria, que bem mereceu este estudo e este álbum, lhes dá referência necessária, ajudando a esclarecer seus paradoxos, suas ilusões, suas grandezas e misérias.” — retirado do Prefácio de José-Augusto França.

Obra profusamente ilustrada.

Encadernação dos editores. Preserva a sobrecapa de papel.