ROTEIRO DO VINHO PORTUGUÊS

ROTEIRO DO VINHO PORTUGUÊS

07378-R-B1


REIS (António Batalha).— ROTEIRO DO VINHO PORTUGUÊS. Desenhos de Bernardo Marques. Edição do S.N.I. Lisboa. 1945. 19x24 cm 74-VI págs. B.

“As nótulas ligeiras que constituem êste Roteiro do Vinho Português não poderiam ter sido escritas se em Portugal não existissem bons vinhos e, pelo menos,  os elementos primários duma indústria de turismo — isto é, se não possuíssemos massas vínicas naturalmente boas, que a acção do homem não destruíu, antes valorizou, e, se não fôssemos os felizes detentores da soma admirável de documentos folclóricos que podem constituir base segura de turismo a valer. (...) Assim, no tocante aos vinhos, depois da acção, curta mas eficiente, das "Missões Oenotécnicas", criadas em 1902 e dirigidas pelo velho mestre enólogo António Batalha Reis — que bem pode considerar-se o precursor do que hoje é o programa real — a que se seguiu um período de anarquia (as "Missões" foram extintas em 1911) em que, contudo, a sua influência ainda se fez sentir, com a Organização Corporativa da Vinicultura, em 1935, na Federação dos Vinicultores do Centro e Sul, adoptou-se definitivamente a orientação que hoje está sendo seguida. Êste trabalho deve-se ao agrónomo Albano Homem de Mello(...)”
Cuidada edição impressa a duas cores, com os belos desenhos de Bernardo Marques estampados nas páginas de texto.

Capa da brochura com alguma sujidade.