LINHA DE ACÇÃO

LINHA DE ACÇÃO

10041-L2
  • 20,00 €


SPÍNOLA (António de) .— LINHA DE ACÇÃO. Agência-Geral do Ultramar. Lisboa. 1971. 16x23 cm. 433-VII págs. B.

“(...) Reuniram-se, neste volume, em vários documentos que definem uma“ linha de acção ”da política governativa e se fixaram como as linhas gerais para as actividades provinciais, no decurso do terceiro ano de exercício das funções de Governador e Comandante-Chefe das Forças Armadas. Dele ressalta um problema dominante, um programa realista, baseado na vivência dos problemas locais, sem utopias e, sobretudo, sem esquemas normativos fundamentados nas teses que, por demais dogmáticas, não se ajustam às realidades africanas do presente. Nesta linha de pensamento, continuaremos a encarar a valorização da Guiné e promovemos o seu povo, como um imperativo da superioridade, que compete à Nação Portuguesa no contexto da África do futuro. ”

Dedicatória na página de anterrosto.