EXPOSIÇÃO DE ARTES PLÁSTICAS

10867-L1


EXPOSIÇÃO DE ARTES PLÁSTICAS. Organizada pela Fundação Calouste Gulbenkian na Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa, de 7 a 31 de Dezembro de 1957. (Oficinas da Neogravura, Lda). 18,5x25 cm. B.

“Com  a iniciativa desta exposição procurou a Fundação Calouste Gulbenkian atingir, simultânemente, os seguintes objectivos: proporcionar, aos artistas portugueses e ainda aos artistas estrangeiros residentes em Portugal, uma nova oportunidade de estabelecer contacto directo com o público atendendo às vantagens, culturais e materiais, que desse contacto podem derivar; conceder prémios que, segundo as circunstâncias, constituam ou a distinção das melhores produções apresentadas ao certame ou a consagração e um artista, considerado o valor de conjunto da sua obra; (...) A Fundação sòmente pretendeu contribuir para o desenvolvimento das artes em Portugal, e, por consequência, cooperar, activamente, com as instituições e as pessoas que têm a mesma preocupação ou a mesma finalidade, sem atender a escolas, facções ou correntes, e sem patrocinar, especialmente, umas em detrimento das outras (...)”

Luxuoso catálogo desta importante exposição, certame que constituiu uma autêntica panorâmica do estado das artes plásticas em Portugal de meados do nosso século. Para além das reproduções, a negro, dos trabalhos, tem ainda uma concisa biografia dos autores, a lista dos nomes do júris de admissão e de atribuição de prémios, bem como a lista dos artistas premiados, onde podemos encontrar nomes como: Eduardo Viana, Barata Feyo, Dordio Gomes, Abel Manta, Bernardo Marques, Júlio Resende, Guilherme Camarinha, Joaquim Correia, Júlio Pomar, Teresa Sousa, Almada Negreiros, entre muitos outros.

Outras obras de ou sobre Almada Negreiros no catálogo da In-Libris.