Livro - DOIS JORNALISTAS

DOIS JORNALISTAS

12696-L1


PASCOAES (Teixeira de).— DOIS JORNALISTAS. Novela. Porto. 1951. 12,5x19 cm. 275-XIII págs. B.

“Estes Dois Jornalistas são dois jovens dotados de qualidades espirituais. As figuras de novela ou romance têm direito aos dotes superiores da inteligência culta, como as que frequentam a Praça Pública. E se um autor tiver a mania de filosofar, porque não há-de transmitir aos seus filhos ou personagens tal mania?

Camiliano. Edição de 500 exemplares, numerados e autenticados pelo autor.

"Sendo Shakespeare pai de Hamlet, não podia ser estúpido ou ignorante o célebre Príncipe da Dinamarca. Haverá presunção nestas palavras? O leitor que mas perdoe, em homenagem à vaidade — a alma da nossa alma”.

Primeira edição, de 500 exemplares, do último livro publicado em vida pelo autor.

Capa da brochura com alguma sujidade.


A sua opinião conta!

Classificação baseada em 1 comentário