DIVERSIDADE E UNIDADE EM FERNANDO PESSOA

DIVERSIDADE E UNIDADE EM FERNANDO PESSOA

16565-P


COELHO (Jacinto do Prado).— DIVERSIDADE E UNIDADE EM FERNANDO PESSOA. 7ª edição, revista e actualizada. Editorial Verbo. (Lisboa. 1982). 13x19,5 cm. 268-IV págs. B.

“Se a minha interpretação da poesia de Fernando Pessoa e do problema dos heterónimoa fosse hoje muito diferente do que era há treze anos, ou não ia arrancar este ensaio ao esquecimento ou o mandava reimprimir sem lhe tocar, para tão-só facilitar o acesso ao documento de uma fase incipiente dos estudos pessoanos. Como, porém, no fundamental essa interpretação não sofreu mudança, pude refundir aqui ou ali o texto, matizar ou precisar alguns juízos, esboçar novas aproximações, aduzir novos passos justificativos. Pelo menos para mim (oxalá que para os outros também), o ensaio não perdeu actualidade (...)”. — retirado do Prefácio da segunda Edição.

Ensaio de fundamental importância para o estudo da poesia pessoana.

Sublinhado e anotado a lápis.