DANDISMO

20339-L2
  • 55,00 €


BOTTO (António).— DANDYSMO. Canções. Com um retrato do autor. (Composto e impresso nas Oficinas da Emprêsa do Anuário Comercial. Lisboa. 1928). 12x15,5 cm. 16-X págs. E.

No prefácio do seu livro Motivos de Beleza, escreve Fernando Pessoa sobre a poesia de António Botto:

“(...) A elegância espontânea do seu pensamento, a dolência latente de sua emoção asseguram-lhe facilmente, conjugando-se, a mestria nesta espécie de lirismo (...) Distingue-se pela simplicidade perversa e pela preocupação estética destituída de preocupações. Foge da complicação com o mesmo ardor com que se esconde da intenção directa. É em verdade singular que se seja simples para dizer exactamente outra coisa, e se vá buscar as palavras mais naturais para por meio delas ter entendimentos secretos.

Certo é que o que António Botto escreve, em verso ou em prosa, há que ser lido sempre com a intenção posta em o que não está lá escrito(...)"

Do exemplar não consta o retrato do autor.

Encadernação em inteira de pele decorada a ouro nas pastas e lombada, tendo a pasta da frente um pequeno ferimento à cabeça. Preserva as capas da brochura. Tintado à cabeça. Pequena rubrica de posse no canto superior esquerdo da página VI.