CRISTO

CRISTO

20528-L2
  • 23,00 €


AGOSTINHO (José).— CHRISTO. (Poema). Porto. Livraria Editora de Antonio Figueirinha. 1901. 11,5x18,5 cm. 462 págs. E.

“Publicado o Poema da Paz, depois do Poema do Lar, como fôra promettido — e sem pensarmos demais no acolhimento que podessem ter, pelo muito que nos alheia de tudo o Ideal que temos em — cumpria-nos a publicação do Poema da Sciencia, egualmente promettido e logicamente preciso, para obedecermos á evolução do nosso humilde espírito. É o que começamos de fazer hoje, porque o presente poema é, como alguns que se seguirão, p primeiro da vasta Sciencia, á qual, como os que devem intitular-se Mahomet, Danton e Satan, deve servir de complexo e desapaixonado preludio justiceiro. Nada admira que, para entrarmos num templo tão amplo, tenhâmos de erguer muitos porticos e construir muitos átrios e vestíbulos.”— retirado de Anteloquio.

Encadernação da época, com lombada em pele decorada a ouro. Anotações a lápis na página 177.