ARTE POPULAR EM PORTUGAL (A)

ARTE POPULAR EM PORTUGAL (A)

13707-B1
  • 180,00 €


A ARTE POPULAR EM PORTUGAL. Direcção de Fernando de Castro Pires de Lima. Editorial Verbo. (Lisboa. S.d.) 3 vols. 24x31 cm E.

“Quando proferimos a palavra Arte, logo surgem no horizonte do nosso espírito mármores de estátuas, manchas de quadros célebres, ruínas augustas de civilizações extintas. Todo o Passado, mais do que num livro de História, assim se sintetiza nas suas glórias, tragédias e baixezas, como derradeiras cintilações de estrelas que agora vagueassem mortas nos espaços (...) É isto, muito ràpidamente esboçado, para a maioria das pessoas a Arte; são estes, e só estes, os verdadeiros artistas. Raramente, pois, nos lembramos do homem que, perdido na grande massa, votado a um trabalho humilde, não se limitou a viver a vida restrita dos instintos, ‘cadáver adiado que procria’, e também nos deixou a sua herança espiritual, pequenina e modesta embora, mas com direito a ingresso no grande museu humano. É que a par das artes chamadas nobres, existe, igualmente, a arte popular, que não é uma manifestação colectiva, mas a obra de alguns como reflexo e concretização do sentir comum. Vem das trevas dos tempos, é inata no homem, esta necessidade de reproduzir o que vê, através do desenho e da pintura, ou de esculpir em objectos de uso diário figuras reais ou de fantasia (...)”.

Este incomparável trabalho dedicado ao estudo da ARTE POPULAR PORTUGUESA, nos seus mais diversos aspectos, é dirigido por Fernando de Castro Pires de Lima, sendo a direcção gráfica da responsabilidade do Arquitecto Fernando Lanhas.

A obra encontra-se assim dividida:

Volume I: Arquitectura, por Ernesto Veiga de Oliveira e Fernando Galhano; Mobiliário, por Ernesto Veiga de Oliveira e Fernando Galhano; Os Metais, pelo Dr. J. A. Pinto Ferreira; Ourivesaria, pelo Dr. António Cruz; Arte do Papel, pelo Dr. Eugénio Andrea da Cunha e Freitas; Cestaria e Esteiria, por Fernando Galhano; Culinária e Doçaria, pelo Dr. Fernando Castelo Branco; Medicina e Superstição, Pelo Prof. Doutor Luís de Pina.

Volume II: Escultura, por Jaime Brasil; Cerâmica, por Luís Chaves; Literatura de Cordel, por Fernando Castro Pires de Lima; Música e Dança, por Mário Sampayo Ribeiro.

Volume III: Tecidos, pelo Dr. Jaime Lopes Dias; Tapeçarias e Bordados, pela Drª. Maria Clementina Carneiro de Moura; Trajo, pelo Dr. Alfredo de Athaide; Brinquedos, pelo Dr. Fernando de Castro Pires de Lima; Fogo de Artifício, por D. Sebastião Pessanha; Carros e Carroças, pelo Conde de Aurora; Barcos, pelo Arq. Octávio Lixa Filgueiras.

Para além destes três volumes a obra possui ainda mais três, que se encontram em falta, e que foram exclusivamente dedicados à ARTE POPULAR NAS ILHAS ADJACENTES E ULTRAMAR.

Encadernações editoriais com falta das sobrecapas de papel.