Livro - ARCO DE SANTANA (O)

ARCO DE SANTANA (O)

13660-L1


GARRETT (J. B. Almeida).— O ARCO DE SANT'ANA. Crónica Portuense. Manuscrito achado no convento dos Grilos, no Porto, por um soldado do corpo académico. Edição Revista e Prefaciada por J. A. Pires de Lima. 1949. Livraria Simões Lopes. Porto. 13x19,5 cm. 265-V págs. E.

“O ‘Arco de Sant’Ana’, tão discutido romance histórico do grande escritor Almeida Garrett, tem seu fundamento num passo da ‘Crónica de D. Pedro I’, de Fernão Lopes. O Capítulo VII dessa crónica do historiador máximo de Portugal intitula-se cruamente: ‘Como el Rei quisera manter huum bispo a tormento...’. Garrett aproveitaria esse episódio, transpondo-o livremente para o começo do Século XIX, para uma época das mais tristes da nossa história, na qual colaborou, como um dos 7.500 desvairados que estiveram ao serviço de D. Pedro IV, De entre eles, penitenciou-se Garrett, traçando as ‘Viagens na minha terra’, e o ‘Romanceiro’. O que era o Arco de Sant’Ana na velha cidade do Porto di-lo em ‘O Tripeiro’, vol. 3º — 1910, o meu falecido amigo José Júlio Gonçalves Coelho, distinto escritor e ilustre diplomata. (...)”.

Um dos mais apreciados livros de Garrett e um dos mais célebres da literatura portuguesa do século passado.

Encadernação com lombada e cantos em pele, decorada ouro na lombada e filetes nas pastas. Preserva as capas da brochura. Carminado à cabeça. Dedicatória de oferecimento na página de anterrosto.