ANGOLANA

ANGOLANA

16186-B1


ANGOLANA. (Documentação sobre Angola). Instituto de Investigação Científica de Angola. Luanda e  Centro de Estudos Históricos Ultramarinos. Lisboa. 17x24,5 cm. 4 vols. B.

“Inicia-se a publicação de nova colecção documental — ‘Angolana’ — dedicada a fornecer a documentação mais importante, sob o aspecto político e social, relativa à província de Angola. Deve-se este facto à generosa colaboração do Instituto de Investigação Científica, dinâmicamente dirigido pelo Prof. Eng. V. Cannas Martins. Segue-se, nesta colecção, critério diferente do até aqui adoptado nas outras, principalmente em As Gavetas da Torre do Tombo e em Documentação Ultramarina Portuguesa. Nestas colecções, os documentos foram copiados e publicados, sem nota alguma. (...) Os volumes de Angolana, pelo contrário, saem devidamente anotados, tendo-se encarregado deste delicado trabalho o escritor Mário António Fernandes de Oliveira, bem conhecido entre nós quer pelos seus ensaios, quer pelos seus poemas. As notas de Angolana revelam-no sob prisma diferente, mas possivelmente tão interessante como aqueles dois (...)”.

Manancial de informações de indispensável consulta para a história de Angola no período decorrente entre 1783 e 1846.

Os volumes encontram-se assim distribuídos: I vol. —  1783-1883, com anotações de Mário António Fernandes de Oliveira; II vol. — 1883-1887, com anotações de Mário António Fernandes de Oliveira e de Carlos Alberto Mendes do Couto; III vol. — 1845, pesquisa, selecção e anotação de Eduardo dos Santos; IV vol. — 1846, pesquisa, selecção e anotação de Eduardo dos Santos. Este IV volume é editado pelo Ministério do Planeamento e da Administração do Território, Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia e pelo Instituto de Investigação Científica Tropical, Centro de Estudos de História e Cartografia Antiga.

Com algumas ilustrações.


A sua opinião conta!

Classificação baseada em 1 comentário