ALEGRIA BREVE

10879


FERREIRA (Vergílio).— ALEGRIA BREVE. Romance. Portugália Editora. (Lisboa. 1965). 14x19 cm. 275-V págs. B.

“ Livro ‘real’ e simultâneamente ‘simbólico’, Alegria Breve, se por um lado afirma ou sugere ‘pessimistamente’ uma crise profunda e geral de valores, por outro lado afirma ‘optimistamente’ que o próprio homem é um valor e que isso basta a que ele recrie novos valores com os quais redima a vida e a justifique (...)”

Em Alegria Breve tudo é interrogação. “Se é verdade que o mundo é mais do que nunca problemático, escreve por outro lado Vergílio Ferreira, é o romance que melhor lhe permite a revelação dum problema na sua essência (...). Escrever é, fundamentalmente, tentar esclarecer e fixar uma inquietação”.(...).”

Primeira edição.