8 DIAS DE “LIBERDADE”... CONDICIONADA

8 DIAS DE “LIBERDADE”... CONDICIONADA

14419-L1
  • 20,00 €


FREIRE (João Paulo (Mário).— 8 DIAS DE “LIBERDADE”... CONDICIONADA. Estarreja—Pôrto—Viana do Castelo de Relance. A obra benemérita da Cooperativa “O Lar Familiar”. Sociedade Cooperativa “O Lar Familiar”. Porto. (1945). 13x19,5 cm. 207-I págs. B.

“Êstes oito dias de fuga à babilónia lisboeta têm uma explicação. Desenhava-se nìtidamente no horizonte o colapso total da Alemanha e, consequentemente, a vitória dos Exércitos aliados. Ia dar-se um acontecimento memorável na História do Mundo, e eu vi e senti que me era impossível, como jornalista, dizer livremente ao meu público, através da minha secção, o que eu entendia de meu dever dizer-lhe. (...) Pensei então que, para fugir a êsse suplício inamovível, e servir com utilidade o meu jornal e o meu público, um único caminho se abria diante de mim, sem curvas nem barrancos: o de ir por aí acima, até ao Norte, abraçar alguns amigos, (...) Quando regressei, o colapso germânico tinha-se dado, e eu pude assim fugir à obrigação de a êle me referir, mastigando as tais palavras à sobreposse ou escrevendo algumas banalidades de Conselheiro Acácio. A vida de um jornalista, em tempos de Censura, se o jornalista o é por paixão arreigada e forte, destas que vivem no Coração da gente e nos enchem o Pensamento e a Alma, é muito espinhosa e muito dolorosa (...)”.

Ilustrado em folhas intercaladas no texto.

Capa da brochura com algumas manchas de acidez próprias do papel. Carimbos a óleo na página de anterrosto.