FALAM VELHOS MANUSCRITOS — ÍNDICE DE ASSUNTOS 1930-1960

FALAM VELHOS MANUSCRITOS — ÍNDICE DE ASSUNTOS 1930-1960

12487-B


RIBEIRO (Fernanda) & MEIRELES (Maria Adelaide).— FALAM VELHOS MANUSCRITOS — ÍNDICE DE ASSUNTOS 1930-1960. Porto. 2000. (Biblioteca Publica Municipal do Porto). 17x24 cm. 380 págs. E.

Falam Velhos Manuscritos constituem como se sabe, uma fonte secundária de consulta obrigatória quando se pretende tratar de aspectos da História da Cidade, fonte quase por todos usada, mas nem sempre citada, como cumpre. Verdadeiro fundador dos Estudos Portuenses, o Director de O Tripeiro, alto funcionário dos Serviços Culturais e Sociais da Câmara do Porto, professor da 1ª Faculdade de Letras do Porto, etc., Magalhães de Basto dedicou a este seu extenso e variado trabalho grande parte da sua vida como empenhado investigador da História da Cidade do Porto (...). O precioso instrumento de trabalho agora trazido a público será indiscutivelmente de uso intenso nas instituições — bibliotecas, arquivos e outras — que possuam para consulta a série Falam Velhos Manuscritos ou, então, a reprodução da mesma. Fazemos votos para que, no futuro, uma nova edição destes índices possa, ultrapassando condicionamentos de natureza financeira ou outra, ser precedida pela própria transcrição integral dos textos dos artigos.” — da Abertura, por Luís Cabral.

Exímio trabalho, facilitador da consulta desta obra de Magalhães de Basto.

Encadernação dos editores.