Importante Conjunto de Documentação Relativa à Revolução de 1820

18947-LL


CONJUNTO DE DOCUMENTAÇÃO RELATIVA À REVOLUÇÃO DE 1820. 19,5x29 cm.  (30 documentos). B.

(1)”SOLDADOS! Huma só vontade nos una. Caminhemos á salvação da Patria. Naõ ha males que Portugal naõ soffra. Naõ ha soffrimento que nos Portuguezes naõ esteja apurado. Os Portuguezes sem segurança em suas pessoas e bens, pedem o nosso auxilio: elles querem a liberdade regrada pela Lei. Vós mesmos victimas dos males communs tendes perdido a consideraçaõ que vosso brio, e vossas virtudes mereciaõ. He necessario huma reforma; mas esta reforma deve guiar-se pela razaõ, e pela justiça, e naõ pela licença. Coadjuvai a ordem: cohibi os tumultos: abafai a anarquia. Criemos hum Governo Provisorio em quem confiemos. Elle chame as Côrtes, que sejaõ o orgaõ da Nacaõ, e ellas preparem huma Constituiçaõ, que assegure nossos direitos. O Nosso REI E SENHOR D. JOAÕ VI, como bom, como benigno, e como amante de hum Povo que o idolatra, ha de abençoar nossas fadigas. VIVA O NOSSO BOM REI, VIVAÕ AS CORTES, E POR ELLAS A CONSTITUIÇAÕ. Porto, e em Concelho Militar aos 24 d’Agosto de 1820”. Assinam o documento: Comendador Sebastiaõ Drago Valente de Brito Cabreira, Bernardo Corrêa de Castro e Sepulveda, Domingos Antonio Gil de Figueiredo Sarmento, José Pereira da Silva Leite de Berredo, José de Sousa Pimentel de Faria e José Pedro Cardozo e Silva.

Este é o primeiro dos documentos do conjunto de proclamações, circulares, cartas e cartazes que constitui este interessantíssimo lote e que exibe, na primeira folha, o selo branco de Pereira Caldas, Professor Bracarense. Tratar-se-á, por isso, de documentos que devem ter sido por ele coligidos e organizados por data.

José Joaquim da Silva Pereira Caldas nasceu em Vizela, a 26 de janeiro de 1818. O seu desempenho na área da política, do ensino e da cultura, tornaram-no uma referência da segunda metade do século XIX.

seguem-se outros documentos:

(2) [Proclamações aos] Soldados — (assinado igualmente pelos nomes do anterior).

(3) [Proclamação d’] A Junta Provisional do Governo Supremo do Reino — AOS PORTUGUESES — (Porto: Na Typografia de Viuva Alvarez Ribeiro, e Filhos) — documento que está representado na Biblioteca Nacional.

(4) [Proclamação d’] O General Governador das Armas do Partido do Porto, aos Povos do mesmo Partido, á Tropa nelle estacionada, e á Naçaõ — PORTUGUEZES — (Quartel General do Porto aos 25 d’Agosto de 1820).

(5) Circular (Quartel General do Porto em 25 d’Agosto de 1820)

(6) Carta (Por Francisco Gomes da Silva, Paço do Governo em 26 d’Agosto de 1820).

(7) Oficio (assinado por Antonio da Silveira Pinto da Fonseca  [ e outros] em 26 d’Agosto de 1820).

(8 [Proclamação aos] Poruguezes (por Bernardo Corrêa de Castro e Sepulveda. Porto: na Typografia de Viuva Alvarez, e Filhos).

(9) Cartaz — A Junta Provisional do Governo Supremo do Reino aos Habitantes de Lisboa. Porto. No Paço do Governo em 28 d’Agosto de 1820. Assinado por várias entidades — Presidente, vice-presidente, Pelo Clero. Pela Nobreza, Pela Magistratura, pelo Commercio, Pela Provincia do Minho.

(10) Oficio. Paço do Governo em 28 de Agosto de 1820.

(11) [Proclamação aos] Portuenses. Quartel General, no Campo de Santo Ovidio, 28 de Agosto de 1820.

(12) Officio do Illustrissimo Senhor Bernardo Corrêa de Castro Sepulveda, ao Presidente da Junta Provisional do Governo Supremo do Reino. Quartel de Aveiro em 30 de Agosto de 1820.

(13) [Proclamação aos] Habitantes do Alto Douro. Assinada pelos Portuenses.

(14) [Proclamação aos] Soldados de Traz os Montes. Assinada pelos Portuenses.

(15) [Proclamação d’] Os Officiaes dos Corpos Militares do Porto Aos Officiaes de todo o Exercito. (1 de Setembro).

(16) [Proclamação aos] Habitantes da Beira. Assinado Os Portuenses.

(17) Carta da Junta Provisional do Supremo Governo do Reino aos Governadores de Lisboa. Porto. Paço do Governo em 3 de Setembro de 1820.

(18) [Proclamação de] Gaspar Teixeira de Magalhaens e Lacerda, Moço Fidalgo com exercicio no Paço, Commendador da Ordem de Christo, Marechal de Campo, Governador das Armas da Provincia do Minho, e Commandante do Exercito Nacional do Norte. Quartel General (Braga em 5) de Setembro de 1820.

(19) Noticia Official [dos Governadores de Lisboa]

(20) [Proclamação d’] Os Officiaes e Soldados da Guarniçaõ do Porto aos Governadores de Lisboa.

(21) [Proclamação] Aos Soldados do Bravo Exercito das Provincias do Sul, Os Soldados do Porto.

(22) Proclamaçaõ aos Portugueses [pela Junta Provisória do Governo Supremo]

(23) [Aviso] Hontem pelas nove da manhã se ultimou a declaraçaõ da Provincia de Traz-os-Montes pela nossa causa (...). Porto 8 de Setembro de 1820.

(24)  [Proclamação aos] Habitantes do Porto. Porto, Paço do Governo 10 de Setembro de 1820.

(25) [Proclamação aos] Camaradas do Exercito Nacional do meu Commando. Quartel General do Porto 10 de Setembro de 1820.

(26) [Proclamação aos] Habitantes do Porto. Quartel General do Porto 12 de Setembro de 1820.

(27) [Proclamação aos] Valerosos e Honrados Transmontanos. Por Antonio de Lacerda Pinto  da Silveira, Marechal de Campo, Commandante da Terceira Divisão.

(28) [Proclamação aos Portugueses de] José Augusto Leite Pereira de Mello, Fidalgo Cavaleiro da Casa de Sua Magestade, Coronel do Regimentode Milicias da Maia, Ajudante General do Governo das Armas do Partido do Porto. 13 de Setembro de 1820.

(29) Quartel General do Porto. 13 de Setembro de 1820. ORDEM DO DIA. Por José Augusto Leite Pereira de Mello.

(30) [Cartaz de] José de Mello e Castro de Abreu, Moço Fidalgo da Casa de SUA MAGESTADE Fedelissima, Coronel Chefe do Regimento de Tondella, encarregado interinamente do Governo das Armas desta Provincia pela Junta Provisoria do Supremo Governo do Reino aos HABITANTES DA BEIRA. Vizeu, (15) de Setembro 1820.

(31) Circular para os Corregedores das Commarcas deste Partido [do Porto], e tres Provincias do Norte. Junta do Governo em 15 de Setembro de 1820.

(32)  [Circular do] Governo Supremo. Porto 16 de Setembro de 1820.

(33)  [Missiva dos] Os Officiaes da Cidade do Porto aos Governadores de Lisboa. Porto na Typografia de Viuva Alvarez Ribeiro e Filhos.

(34) [Proclamação d’] A Junta Provisional do Governo Supremo do Reino, pela sua Comissaõ estabelecida nesta Cidade do Porto, aos Habitantes da mesma Cidade.

(35) [Anúncio d’] A Junta Provisional do Governo Supremo do Reino, pela sua Comissaõ estabelecida nesta Cidade do Porto, aos Habitantes da mesma Cidade. (19 de Setembro de 1820).

(36) Circular da Policia dos Corregedores das Commarcas das Tres Provincias do Norte. (Assignado) José Joaquim d’Almeida Araujo Corrêa de Lacerda.

(37) [Proclamação aos] PORTUENSES! O GOVERNO SUPREMO DO REINO ... Porto, no Paço do Governo em 25 de Setembro de 1820.

(38) [Anúncio aos] PORTUGUEZES. Lisboa. Palácio do Governo 31 de Outubro de 1820.

(39) [Missiva] Para os Magistrados Presidentes das Eleições. Assinado por Manuel Fernandes Thomaz, Palácio do Governo em 8 de Novembro de 1820.

Preserva a capa da frente da brochura, denotando algum desgaste. Aconselha-se trabalho de preservação ou encadernação. Selo branco do proprietário, Pereira Caldas, professor bracarense, na primeira folha.